Quantas pessoas você está ajudando nesse momento?

Hoje quero escrever brevemente sobre experiências. Aquelas que misturam vida profissional e pessoal. Aliás, nem sei se existe essa separação. E falar sobre pessoas que trazem positividade para a sua vida é simplesmente empolgante. Espero que sintam, de verdade, a emoção que senti ao digitar cada palavra abaixo.


A Natália Boaventura postou um comentário em uma publicação que fiz no Facebook que me fez refletir muito. E creio que as perguntas citadas por ela valem para todos aqueles que desenvolvem qualquer tipo de trabalho, seja voluntário, autônomo, contratado, etc.:

— Tem ideia de quantas carreiras você está ajudando por aí? E quantos trabalhos? E quantas empresas?

Juro que essas perguntas ficaram martelando em minha cabeça por muitas horas. Enfim, na correria do dia-a-dia, muitas vezes esquecemos que nossas atividades e ações, sejam profissionais ou não, influenciam toda uma cadeia de pessoas e negócios. E nem paramos pra pensar se aquilo que fazemos está, de alguma forma, colaborando com pessoas que muitas vezes nem conhecemos. E melhorando a vida delas!

>> E o que tirei de lição dessa mensagem e dessas perguntas?

Nossas ações e decisões podem ser mais importantes para o TODO do que imaginamos. Portanto, vale a pena um pouco mais de dedicação, de otimismo e também de valorização de nosso próprio trabalho. Seja ele qual for.

Uma dose de amor em cada atividade desenvolvida pode elevar ainda mais os resultados colhidos pelos envolvidos no processo“.

Logo, quis filosofar tudo isso pra dizer que o dia de hoje pode ser muito mais importante do que qualquer um de nós imagina. Está em nossas mãos fazer dessas 24 horas as melhores de todas. Ajudar o maior número de pessoas através de palavras, gestos, etc. Seja de que maneira for possível.

Não, minha intenção não é escrever tudo isso apenas com o sentido de mensagem motivacional. O intuito é compartilhar algo que eu mesmo não tinha, ao menos conscientemente, parado pra pensar de maneira mais profunda antes do comentário da Natália. E tentar impactar ainda mais gente com essa linha de pensamento.

O depoimento acabou virando ‘textão’, mas espero, de verdade, que essas palavras sinceras e essa filosofia maluca também possam, sei lá de que forma, ajudar a todos que lerem, despertando uma verdadeira noção sobre a importância que cada um de nós temos nesse momento para a vida de muita gente, seja no âmbito pessoal ou profissional. E obrigado, Natália, por fazer sua parte: seu comentário mudou meu dia e é a prova viva de que toda essa força e energia existem mesmo. Muito obrigado!

E desejo muito sucesso, galera! Um grande abraço.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of